BrasilÚltimas Notícias

Pesquisa revela que jovens negros têm 2,5 mais chances de morrer do que brancos

Pesquisa é uma das bases do Juventude Viva, programa que busca combater violência contra negros de 15 a 29 anos

Proteger os jovens negros do País da violência. Esse é um dos principais objetivos do Programa Juventude Viva, da Secretaria Nacional de Juventude. Isso porque a principal causa de morte entre os jovens negros de 15 a 29 anos ainda são mortes violentas.

Os jovens representam 26% da população, mas de acordo com o Mapa da Violência eles somam 58% das vítimas por arma de fogo no período entre 1980 e 2014, o que reforça a necessidade de criação de políticas específicas para essa população.

De acordo com o Índice de Vulnerabilidade Juvenil, a prevalência de jovens negros serem mais vítimas de assassinatos do que jovens brancos é uma tendência nacional: em média, jovens negros têm 2,5 mais chances de morrer do que jovens brancos no País.

Por isso, o plano foi desenvolvido, em 2012, em meio a debates no Fórum de Direitos e Cidadania, que lançaram o alerta sobre a violação de direitos dessa parcela da população. A ideia era promover a inclusão social, a autonomia dos jovens e assegurar a oferta de serviços públicos, além de prevenir a violência.

Medidas

As ações são interministeriais e envolvem pastas como Justiça, Saúde, Educação, Trabalho e Emprego, Cultura e Esporte. De 2012 a 2014, por meio do Projovem, o plano proporcionou a reinserção de jovens no sistema educacional para concluírem o ensino fundamental.

Outra medida foi a criação de Núcleos de Formação de Agentes de Cultura da Juventude Negra, pela Fundação Palmares. A ação se debruçou sobre a formação de jovens promotores de cultura afro-brasileira em suas próprias comunidades.

Já o programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, incentivou o uso de espaços esportivos em escolas públicas pelos beneficiados do Juventude Viva no contraturno escolar.

As ações do plano, que estavam paralisadas, passam por reformulações e serão retomadas nesta sexta-feira (11), com a abertura de edital para a contratação de consultoria para elaborar um novo plano.

Para potencializar as ações, o plano prioriza 142 cidades brasileiras que concentravam 70% dos homicídios de jovens negros de 15 a 29 anos.

Fonte: Portal Brasil

Tags
Mostre mais

ARTIGOS RELACIONADOS

Close