PolíticaÚltimas Notícias

Pimentel sugere que Camilo peça licença do PT durante eleição

“No PT, quando algum filiado tem divergência, ele deve se licenciar temporariamente, para depois continuar na sigla”. A declaração, em tom de critica, é do senador petista José Pimentel, referindo-se à posição do governador Camilo Santana de não apoiar a candidatura da deputada federal Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza. A informação é do jornal O Estado.

O Governador já deu declarações públicas de que não concorda com a candidatura do PT e que o melhor caminho seria a parceria com o PDT do atual prefeito, Roberto Cláudio, que disputa a reeleição.

Pimentel não esconde que o apoio do Governador a Luizianne seria “muito bom” para reforçar a postulação da ex-prefeita, mas observou que Camilo não deve ser pressionado para isso e sim ficar à vontade para decidir o que deve fazer na sucessão de Fortaleza.

O senador, de luto pela morte da sua esposa, na última sexta-feira (5), retornou, ontem, a Brasília para continuar os trabalhos legislativos.

José Pimentel lembra que são oito candidatos à chefia da capital cearense e avalia que a disputa vai ser acirrada. O petista, no entanto, prevê que Luizianne vai para o segundo turno. Questionado sobre os adversários, ele não quis opinar sobre “com quem a ex-prefeita disputaria a segunda etapa da eleição”, mas fez questão de ressaltar que o partido, juntamente com sua militância, trabalhará “muito para conseguir a vitória”.

Sobre sua participação no dia a dia da campanha de Luizianne, o senador prometeu que vai dar “uma grande contribuição” à candidatura petista, “para que ela volte ao comando da Cidade”. “Luizianne teve um cuidado muito especial com a população mais pobre”, defendeu o parlamentar ao enfatizar que, parte da população de Fortaleza que precisa do serviço público de qualidade, “tem um carinho muito grande” pela ex-prefeita.

Tags
Mostre mais

ARTIGOS RELACIONADOS

Close