Search
Close this search box.

Delegado que agrediu mulher em Aurora continua recebendo salario maior até que o do governador

O salário bruto do delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares, que agrediu uma mulher durante discussão...

Delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares, que agrediu uma mulher durante discussão no trânsito em Aurora-CE

O salário bruto do delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares, que agrediu uma mulher durante discussão no trânsito em Aurora-CE, foi de R$ 23.222,58 em agosto. O do governador do Ceará, Elmano de Freitas, foi um pouco menos: R$ 20.629,59.

Delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares, que agrediu uma mulher durante discussão no trânsito em Aurora-CE

O delegado chegou a ser preso, no último dia 12, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, decretada pela Justiça após pedido do Ministério Público do Ceará (MPCE), mas foi solto em audiência de custódia, no dia seguinte.

Ele está afastado das funções e responde processo disciplinar junto à Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD). Durante as investigações, Paulo Hernesto continua sendo pago.

Outro servidor que continua recebendo salário mesmo sendo investigado é o policial militar Hildo Melo, acusado de violência contra mulher, em Canindé. O salário bruto dele é de R$ 5,9 mil. Com esse dinheiro, seria possível comprar nove cestas básicas, no padrão do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O advogado Carlos Bezerra explica que os salários só podem ser suspensos ao final dos processos administrativos, caso sejam punidos.

Por: Jornal Jangadeiro

Quer receber nossas notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos, basta clicar AQUI e escolher.

LEIA TAMBÉM