Brejo SantoCaririDestaquesTV - OKARIRIÚltimas Notícias

Brejo Santo-CE: sobrevivente do acidente em barragem se agarrou em uma coluna para escapar; ‘Não vi nada na hora’, disse ele

Um sobrevivente do acidente na barragem do Reservatório de Atalho, no Ceará, que deixou três operários mortos, recebeu alta na noite desta segunda-feira (8), por volta das 22h. O auxiliar de mecânico Valdir Fernando dos Santos, 57 anos, afirmou que estava acompanhado de um mecânico, um auxiliar e um técnico quando o rompimento da tubulação aconteceu.

Vídeo feito na mesma noite do ocorrido (Esse vídeo está abaixo da matéria) | Vídeo reprodução rede Social

Segundo Valdir, quando o jato d’água saiu e atingiu aos operários, ele estava embaixo da tubulação, deu duas respiradas, se agarrou em uma coluna e mergulhou de novo para tentar subir. “Não vi nada na hora. Acordei na ambulância”, relembra.

Natural da cidade de Delmiro Gouveia (AL), Valdir está no Ceará há dois meses, para trabalhar no reservatório. “Vim fazer um reparo. Era um serviço de emergência”, disse. O mecânico não percebeu nada de errado até o acidente acontecer.

Segundo o Hospital Geral da cidade de Brejo Santo, a vítima, natural de Alagoas, sofreu uma luxação no ombro e escoriações na perna e na cabeça.

Faleceram no acidente o engenheiro mecânico Nivaldo B. Camargo, natural de São Paulo, e dos auxiliares de engenharia Helder Pereira da Silva e Misael Brasil dos Santos, que nasceram em Paulo Afonso (BA). De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), o rompimento de uma tubulação ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira, quando eram realizados testes operacionais da tomada d’água no sistema da barragem. No momento do acidente havia 20 trabalhadores no local.

Nesta terça-feira (9), o secretário Nacional de Segurança Hídrica, Sérgio Costa, vai visitar o local para, em conjunto com o Consórcio Operador e equipe técnica do ministério, avaliar a situação e tomar as medidas necessárias.

Rompimento

Conforme o MDR, as informações preliminares indicam que a estrutura da barragem não foi afetada e que não há vazamentos. A população que vive nas proximidades da estrutura está segura e não corre riscos. Uma perícia vai ser realizada para averiguar as causas e responsabilidades pelo acidente. O Ministério informou que todo apoio será dado às famílias das vítimas.

O governador Camilo Santana lamentou a morte dos três operários no acidente e afirmou que enviou equipes para garantir a segurança dos moradores do entorno da barragem.

“Desde o momento do acidente o Governo do Estado disponibilizou helicóptero do Ciopaer e equipes dos Bombeiros e Defesa Civil para o socorro e garantir a segurança das famílias que moram no entorno. As equipes técnicas da Secretaria dos Recursos Hídricos darão todo apoio necessário ao Ministério do Desenvolvimento Regional na apuração das causas do acidente. Meus sentimentos aos familiares e amigos das vítimas”, escreveu Camilo nas redes sociais.

Em novembro do ano passado, o reservatório recebeu as águas do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco depois de passarem pelo vertedouro do Reservatório de Jati. O reservatório tem capacidade de 100 milhões de m³, mas o volume atual era de 90 milhões de m³.

O Projeto de Integração do Rio São Francisco soma 477 km de extensão e é o maior empreendimento hídrico do Brasil. Quando todas as estruturas e sistemas complementares nos estados estiverem em operação, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas em 390 municípios de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

*Okariri, com G1.

Atualizar mais Notícias

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo