CearáDestaquesPolíticaÚltimas Notícias

Camilo acusa Capitão Wagner de ser uma das lideranças do motim da PM no Ceará no início do ano

“Se não se arrepende do que fez, pelo menos assuma os seus atos”, dispara Camilo contra Capitão Wagner |  Foto: JÚLIO CAESAR

Em resposta à declaração do candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), que afirmou que acusação de liderar motim da Polícia Militar do Ceará no início do ano é “fake news”, o governador Camilo Santana (PT) rebateu novamente o prefeiturável e afirmou: “Capitão Wagner, se não se arrepende do que fez, pelo menos assuma os seus atos”.

“Fake News? As imagens de seus discursos inflamados para os grupos de encapuzados e amotinados? Sua luta pública para dar anistia aos envolvidos nos atos criminosos do motim contra a população?”, questionou o chefe do Executivo Estadual nas redes sociais na noite desta terça, 20, utilizando capturas de tela de matérias do O POVO sobre o assunto.

Nesta terça, site de Wagner rejeitou as acusações feitas por Camilo na semana passada afirmando que o deputado “não tinha nenhum motivo para desejar uma paralisação de policiais, especialmente em ano eleitoral”.

No último dia 14 de outubro, o governador petista escreveu nas redes sociais que Capitão Wagner “tanto liderou o motim de 2011 como teve participação direta nesse último motim, que teve clara motivação política para desorganizar a segurança do Ceará”.

Com informações: O POVO Online

Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo