CearáÚltimas Notícias

Chuvas de maio estão na média histórica do Ceará

As chuvas ocorridas no mês de maio ficaram próximas da média histórica. Até ontem, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou uma média de chuva de 93,2 milímetros no Estado. Segundo o meteorologista Raul Fritz, o valor fica um pouco acima dos 88 milímetros da média histórica. Isso a uma semana do encerramento oficial da quadra chuvosa do Ceará.

Mesmo assim, o quadro de seca permanece castigando o Ceará. “A média histórica de (chuvas em) maio para todo o Ceará é pequena. Não tem tanta importância em termos de aporte de água, se comparado com março e abril”, explica Fritz. As chuvas nos primeiros cinco meses deverão ficar cerca de 50% abaixo da média para o período.

As chuvas serviram, ao menos, para estabilizar o nível dos 143 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). No último dia 30 de abril, ele estavam com 44,24% da capacidade. Ontem, o volume acumulado era de 44,6%. No Castanhão, maior reservatório do Estado, a lâmina d’água subiu cinco centímetros durante o mês.

As bacias com nível de água crítico são a do Sertões de Crateús (13,6%) e a do Curu (17,7%). Segundo a Cogerh, o tempo nublado diminui o índice de evaporação da água dos mananciais.

No Interior, a situação é crítica. Em Crateús (a 354 quilômetros de Fortaleza), por exemplo, a estimativa é de perda de 90% da safra, de acordo com a secretária-geral do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Município, Maria de Fátima Marques. “Não se produziu nada e a preocupação é grande com o segundo semestre”, diz ela. Fátima informa que bairros de Crateús já enfrentam racionamento de água.

Situação semelhante ocorre em Tauá (distante 344,7km da Capital). A secretária de Finanças do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Elisandra Gonçalves, diz que a água oriunda do açude Trici não serve mais para consumo humano. Parte da água distribuída em carros-pipa precisa vir até do Piauí. A estimativa do sindicato é de perda de mais de 70% do rebanho do Município.

A Cogerh informa que, emergencialmente, serão construídos 95 quilômetros de adutoras nos próximos 90 dias. Uma das obras, que está em andamento, vai levar água do açude Flor do Campo para a cidade de Crateús. Outros oitos municípios serão beneficiados pelas adutoras.

Previsão

Segundo a Funceme, as chuvas registradas nos últimos dias são provocadas por nuvens formadas no oceano Atlântico, que estão sendo empurradas para o Ceará pelos chamados ventos de Nordeste. A previsão, para hoje, é de ocorrência de chuvas no centro-norte do Ceará. Nas demais regiões do Estado, o céu fica parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas.

O Povo

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido !!
Fechar