Boas NotíciasCearáDestaquesÚltimas Notícias

Covid: No Ceará mais de 100 mil estão recuperados da doença viral

O número é marcante: 101.700 mil. Essa é a quantidade de pessoas que venceu a covid-19. A barreira dos seis dígitos foi superada ainda na manhã de ontem (8). A maioria dos recuperados não teve manifestações graves da enfermidade pandêmica. Todavia, o Ceará já conta com quase sete mil atendidos que necessitaram de cuidados médicos específicos e, após, receberam alta.

Paciente curado da covid-19 em Brejo Santo-CE | Imagem reprodução Facebook

O titular da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o doutor Cabeto, reitera que cada história de vida tem importância e não são, para a pasta, apenas números. Ademais, o gestor assegura que essa marca positiva deve ser creditada a todos que trabalharam pela saúde ou que seguiram as orientações do Governo.

“Essas vidas significam o resultado do trabalho de todos aqueles que fazem parte do sistema de saúde, significa o trabalho de um Estado inteiro. É resultado, ainda, das atitudes dos cidadãos que ajudaram a colaborar, obedecendo ao isolamento social, usando máscara e protegendo seus familiares”, afirma o secretário.

Agradeci!

Um exemplo de melhora e gratidão é o do maqueiro Valdeci Ferreira Rodrigues, 54. Ele está entre os pacientes recuperados. Depois de sete dias internado, recebeu alta na última terça-feira (7). O homem foi atendido pelo Hospital Geral Doutor César Cals (HGCC), pertencente à rede pública estadual. O profissional afirma que o sentimento primeiro é o de gratidão pelo suporte recebido na mesma unidade onde atua há 21 anos.

“Quando eu soube que estava bem e que podia ir para casa, eu senti só alegria. Agradeci, primeiramente, a Deus por tudo e depois a todos que estiveram me ajudando nesse momento. Estando internado, tive a certeza de que a gente trabalha bem no HGCC, assistindo bem o paciente em todos os sentidos”, conta.

Cura?

O infectologista Keny Colares, do Hospital São José (HSJ), referência estadual em doenças infecciosas, explica que o processo de recuperação dos pacientes acontece de duas formas. Primeiro ocorre a “cura clínica”, quando não há mais sintomas da doença. Já a segunda, “cura microbiológica”, significa que o organismo eliminou totalmente o vírus, algo que pode demandar um prazo maior.

“Isso varia muito de pessoa para pessoa. Aparentemente, os pacientes levam algum tempo eliminando o vírus, principalmente se compararmos casos leves e graves. A alta hospitalar pode significar apenas que ele [paciente] não precisa mais de internação. Então, ele vai passar a ter o isolamento domiciliar, como ocorre nos casos leves, até eliminar o vírus completamente”, afirma o médico.

Para casos graves, Colares explica que o tratamento é feito de acordo com o quadro de saúde do paciente. “Cada pessoa tem sua própria avaliação médica em casos graves. Alguns levam mais tempo que outros para se recuperar. Algumas internações levam um dia. Outras, duas semanas. Alguns chegam a necessitar de UTI, mas tudo sob o olhar atento da equipe médica, que avalia as necessidades de cada paciente”, pontua o infectologista.

Prevenção

O Ceará tem pouco menos de 130 mil casos de coronavírus confirmados, segundo dados do IntegraSUS, atualizados na noite de ontem. Segundo a Sesa, a prevenção ainda é a fundamental no enfrentamento à doença, pois ainda não há vacina contra a covid-19. A pasta reitera que os cidadãos devem manter o uso de máscaras, o distanciamento social e, especialmente, a higienização correta da mãos e dos ambientes.

Já se somam aos mais de 100 mil curados, 6.700 mil mortes causadas pelo Sars-CoV-2. A letalidade da doença, até então, gira em torno de 5%. A faixa etária mais afetada é a de pessoas com mais de 80 anos. Nesse intervalo, mais de dois mil óbitos ocorreram.

Nos hospitais cearenses, a média ocupação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), é de 69%, contando com estabelecimentos médicos da Capital e do Interior. Da mesma forma, a lotação nas enfermarias distribuídas pelo Ceará é de 45%.

 Por: O Estado-CE

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar