CearáDestaquesEducaçãoÚltimas Notícias

Domingos Neto reage à acusação de estelionato: ‘’Não há impedimento para campus da UFC em Tauá’’

A repercussão negativa sobre o anúncio e desmentido da possível instalação do curso de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC) na cidade de Tauá levou o deputado federal Domingos Neto (PSD), ao lado da mãe e deputada estadual Patrícia Aguiar e do pai, ex-vice-governador Domingos Filho, a Brasília, para uma audiência com o Ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Foto: Divulgação/ceará agora

O anúncio da chegada do Curso de Medicina em Tauá foi feito pelo deputado Domingos Neto e pela deputada Patricia Aguiar após audiência com o Reitor da UFC, Cândido Albuquerque. A Secretária de Gestão, Trabalho e Educação na Saúde do Ministério da Saúde, médica Mayra Pinheiro, desmentiu o anúncio e disse que a expansão dos cursos de medicina está congelada.

O anúncio e o desmentido sobre o Campus da UFC caiu como uma bomba na Assembleia Legislativa. Os deputados estaduais Leonardo Araújo (MDB) e Audic Mota (PSB) classificou a notícia dada por Domingos como estelionato e fake news contra a população da Região dos Inhamuns. O deputado Domingos Neto arrancou uma audiência com o Ministro da Educação para dizer que não há impedimento para a UFC chegar aos Inhamuns.

Abaixo, você tem a integra da Nota divulgada, no final da noite dessa quarta-feira, pela assessoria de imprensa do deputado federal Domingos Neto.

ÍNTEGRA DA NOTA

“O deputado federal Domingos Neto (PSD) se reuniu nesta quarta-feira com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e com o reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Cândido Albuquerque.

Durante o encontro, a Consultoria Jurídica do MEC ressaltou que não existe impedimento legal para a instalação do campus avançado da UFC no município de Tauá, na Região do Inhamuns, que abrigará o Polo de Saúde com os cursos de Medicina, Fisioterapia e Enfermagem. Participaram também da reunião a deputada estadual Patrícia Aguiar e o ex-vice-governador Domingos Filho.

Para fundamentar a decisão da criação de um campus avançado, foi apresentado o parecer da Advocacia Geral da União (00391 de 2018) de 3 de abril de 2018, o qual garante a expansão dos cursos de Medicina das universalidades federais brasileiras”.

Por: Ceará Agora

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Está protegido !!
Fechar