CearáPolíciaÚltimas Notícias

Em 2015 Ceará soma 23 óbitos em acidentes na BR-116

sireneMais um acidente foi registrado ontem na principal rodovia brasileira. Com início em Fortaleza e se estendendo até o Rio Grande do Sul, parte da BR-116 ficou congestionada ao longo da manhã após um acidente envolvendo dois caminhões e um ônibus. Porém, casos como esse não são raros. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apenas em 2015, um total de 370 ocorrências foi registrado no trecho cearense da BR, com 23 mortes.

Com uma pessoa ferida levemente, a colisão aconteceu por volta das 6h, causando um grande congestionamento na estrada. O tráfego chegou a ser bloqueado em torno de sete quilômetros de extensão no sentido Interior/Capital.

De acordo com informações do motorista da carreta, Valcírio José Baron, um veículo freou bruscamente na sua frente, o que o teria motivado a puxar o carro para a esquerda, batendo em outro caminhão e em um ônibus que levava cerca de 15 funcionários de uma empresa.

Responsável pelo desvio no tráfego a fim de controlar o trânsito, a PRF atendeu a ocorrência junto à equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que socorreu a esposa de Valcírio, única a ter ferimentos. Com a colisão, combustível foi derramado na pista, sendo necessária a presença de uma equipe do Corpo de Bombeiros jogando areia no local para evitar explosões.

Curiosos

No lugar do acidente, a presença de curiosos fez com que a lentidão no trânsito se deslocasse para o outro sentido da rodovia. Parte da pista foi tomada por populares dando início a outro engarrafamento de dois quilômetros, desta vez no sentido Capital/Interior.

Questionada sobre o monitoramento na BR-116, a PRF afirmou que é feito por meio de um trabalho integrado entre equipes operacionais. “Através do número 191, são passadas informações e, imediatamente, a gente checa. Essa é a questão da integração, não há mais como fazer polícia sozinho, e só quem ganha com isso é a sociedade. Trabalhamos também em conjunto ao Samu, eles nos cedem servidores capacitados”, informa a Polícia Rodoviária.

Trecho

Conforme a PRF, o monitoramento ao longo do trecho cearense da BR-116 é feito, principalmente, por três unidades descentralizadas postas na estrada. As estatísticas da Polícia ainda revelam que, no topo da lista das causas de morte, estão os atropelamentos, somando oito vítimas de acidentes fatais neste ano. Já as 96 colisões traseiras registradas levaram a quatro óbitos.

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido !!
Fechar