- Publicidade -

MP/CE vai apurar denúncia de excessos em manifestações a partir de vídeos e fotos da população

O Ministério Público Estadual do Ceará (MP/CE) pede à população de Fortaleza que envie fotos e vídeos de possíveis excessos cometidos na manifestação de quinta-feira (27) no bairro Serrinha, em Fortaleza. A solicitação foi feita em coletiva realizada na tarde desta sexta-feira (28), durante reunião da Comissão Permanente de Acompanhamento dos Atos e Protestos, a partir das 15 horas, na sede da Procuradoria Geral de Justiça. As denúncias devem ser enviadas para o email manifestacoes.denuncia@mp.ce.gov.br.

Participaram da coletiva três representantes do Ministério Público e um da Ordem dos Advogados do Brasil Sessão Ceará (OAB-CE). Segundo o promotor Sávio Amorim, a pouca quantidade de pessoal do MP/CE na manifestação não permitiu uma avaliação completa das ocorrências. Por isso, “o mais importante será o material que vai chegar”, disse. O MP também fez uma vistoria nas redes sociais para averiguar a conduta da polícia e dos manifestantes. “Será considerado excesso tudo o que violar a lei, seja desacato ou abuso, é bilateral”, completou o promotor.

Ainda de acordo com Sávio Amorim, ainda não é possível dizer se as recomendações passadas anteriormente pelo Centro de Apoio Operacional do Controle Externo da Atividade Policial (Caocrim) do MP à Polícia Militar foram integralmente cumpridas, pois “podem surgir casos como o de uma pessoa ferida com bala no olho, quando a solicitação foi para que se atirasse somente da cintura pra baixo”, explica.

O MP/CE irá reunir o material coletado e solicitar imagens de câmeras de segurança do local do protesto, além das fotografias e dos relato dos observadores que acompanharam a manifestação. O órgão poderá utilizar, inclusive, material dos conflitos anteriores. A conclusão dos trabalhos deverá ocorrer em até 90 dias.

Diário Online

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

MAIS POPULARES