- Publicidade -

No Ceará, Bolsonaro confirma Auxílio Brasil de R$ 400 e diz que “ninguém vai furar o teto”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou nesta quarta-feira (20) em evento que o Auxílio Brasil – substituto do Bolsa Família – terá pagamentos mensais de R$ 400, mas ressaltou que o programa não vai furar o teto de gastos, que limita os gastos da União à inflação do ano anterior.

Aliados do governo defendem um valor maior para o novo programa social na tentativa de recuperar a imagem do presidente Jair Bolsonaro, visando 2022, ano eleitoral. Além disso, a ideia é que o Auxílio Brasil funcione como uma extensão do Auxílio Emergencial, cuja última parcela de R$ 300, está sendo paga neste mês. Para novembro, a intenção é começar a pagar o novo Auxílio Brasil e tirar de vez de circulação o Bolsa Família.

A dificuldade do governo Bolsonaro de bancar o Auxílio Brasil ocorre porque a reforma do Imposto de Renda, por onde o Planalto pretendia custear o programa por meio da taxação de lucros e dividendos, ainda segue em tramitação no Congresso Nacional. A principal fonde de renda sairia das empresas, que arcariam com um tributo fixado em 15% dos rendimentos, na fonte. Outra fonte pretendia era a PEC dos Precatórios, que também continua em discurssão.

Para ficar bem informado, siga o OKariri no Facebook, no youtube no Twitter e no Instagram. Receba as informações e ajude a aumentar as nossas comunidades.

– Com EM e O Estado-Ce.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

MAIS POPULARES