CearáDestaquesÚltimas Notícias

Testagem para profissionais de escolas da rede estadual no Ceará começa segunda-feira

Os testes para identificação do novo coronavírus em profissionais da educação da rede pública estadual do Ceará começam a ser realizados na segunda-feira (28), em dois pontos físicos de Fortaleza, e em unidades móveis. O procedimento faz parte das ações para a retomada das aulas presenciais. Os agendamentos foram abertos nesta sexta-feira (25) e podem ser feitos pelo site Saúde Digital, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

Professores e servidores das escolas públicas que atuam no Ensino de Jovens e Adultos (EJA); no 1º, 2º e 9º anos do ensino fundamental; e na 3ª série do ensino médio devem participar da testagem. Estas turmas foram autorizadas a retornar com 35% da capacidade máxima a partir de 1º de outubro, conforme anunciado pelo governador Camilo Santana no dia 19 deste mês.

Mais de seis mil profissionais da área estão registrados na base de dados da Sesa para os agendamentos. Os testes para atendimento aos profissionais de saúde podem ser feitos nos seguintes locais:

  • Shopping RioMar Kennedy, na Avenida Sargento Hermínio, 3100, Presidente Kennedy, das 8h às 21h;
  • Centro de Testagem da Praça do Ferreira, no Centro, das 8h às 17h;
  • Unidade móvel 1, na EEFM Heráclito de Castro e Silva, Rua Araripe Macêdo, 354, Jóquei Clube, das 8h Às 17h;
  • Unidade móvel 2, na EEFM Dep. Manoel Rodrigues, na Rua Oliveira Filho, 1576, Vicente Pinzon, das 8h às 17h;
  • Vapt Vupt Messejana, na Avenida Tomás Coelho, 408, Messejana, das 9h às 16h;
  • Vapt Vupt Antônio Bezerra, na Rua Demétrio Menezes, 3751, Antônio Bezerra, das 9h às 16h.

Os profissionais identificados com a doença não devem retornar às atividades presenciais como medida de segurança, afirma Magda Almeida, secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa.

“Sabemos que a Covid-19 pode apresentar sintomas ou não, por isso, os profissionais da rede pública estadual que estão vinculados a essas séries precisam ser testados para descartar a hipótese de casos de coronavírus”.

Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo