Search
Close this search box.

Cearense bolsonarista procurado por bomba em aeroporto é preso no Paraguai

A Polícia Federal, em conjunto com a polícia do Paraguai, prendeu nesta quinta-feira (14.09), em...

Wellington Macedo de Souza (47 anos) | Foto: reprodução

A Polícia Federal, em conjunto com a polícia do Paraguai, prendeu nesta quinta-feira (14.09), em Ciudad del Este, cearense Wellington Macedo de Souza (47 anos), acusado de participar da tentativa de explosão de uma bomba próximo ao Aeroporto Internacional de Brasília, em 24 de dezembro de 2022.

Wellington Macedo de Souza (47 anos) | Foto: reprodução

Wellington Macedo já havia sido condenado à revelia pela 8ª Vara Criminal de Brasília a 6 anos de prisão. Ele responde a dois inquéritos na Polícia Civil (PCDF).

Segundo a Justiça, a condenação deve-se por “expor a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outro, mediante colocação de dinamite ou de substância de efeitos análogos em um caminhão-tanque carregado de combustível, bem como causar incêndio em combustível ou inflamável”.

Wellington estava foragido desde 5 de janeiro, data em que foi decretada a sua prisão preventiva.

Macedo foi candidato a deputado federal pelo PTB nas eleições gerais do ano passado. Ele é apoiador do ex-presidente Bolsonaro e chegou a integrar o quadro de comissionados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, dissolvido no início deste ano, mas que era comandado pela então ministra Damares Alves.

Quer receber nossas notícias em primeira mão? É só entrar em um dos grupos, basta clicar AQUI e escolher.

LEIA TAMBÉM