PolíciaÚltimas Notícias

BR-116: Mais de 1.500 acidentes e quase cem óbitos em 2012

Os primeiros 70 quilômetros são os mais perigosos (Foto: Divulgação)

A principal rodovia brasileira que corta o Ceará também é a que registra o maior número de acidentes e mortes no estado. Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em 2012 foram registrados 1.582, com 93 mortes somente no trecho que passa pelo estado.

De acordo com a PRF, a BR-116 no Ceará tem 546,7 quilômetros, mas os primeiros 70 quilômetros concentram a maior parte dos acidentes por ter algumas características que, juntas, resultam em grandes riscos ao trânsito. Entre as características, a PRF citou que o trecho urbano da BR-116 até o km 70 concentra área urbana e um grande fluxo diário  de veículos, pedestres e ciclistas residentes na região.

Mortes

Em 2010 a PRF registrou, ao todo, 121 mortes. Em 2011, foram 126 óbitos, mas, neste ano, houve uma redução de 33 mortes. “Os atropelamentos são os principais causadores de mortes no trânsito da região”, informou a assessoria.

Comparação entre as BRs que cortam o estado

De acordo com os dados, os números de acidentes também foram reduzidos. Dos acidentes registrados nos dois anos anteriores até o momento, houve uma redução de 328 acidentes entre colisões, atropelamentos e tragédias de outras naturezas. Mesmo com esta diminuição, a BR 116 ainda é a rodovia que mais registra acidentes se comparado aos números das BRs que também cortam o estado cearense, como a BR-020 e BR-222.

A BR-020, por exemplo, registrou neste ano 561 acidentes com 42 mortes, enquanto a BR-222 registrou 1.289 com 67 mortes.

Para tentar diminuir ainda mais os números, a assessoria da PRF informou que constantemente realiza um trabalho de ronda na região, principalmente em locais mais sujeitos a ocorrências violentas.

Infraestrutura

Sobre a infraestrutura do local, a PRF informou que poderia sim melhorar. “A melhoria poderia vir construções de passarelas para os pedestres, por exemplo, mas é importante frisar que a instalação de sensores de velocidade na região já teve uma resposta positiva na redução de acidentes violentos. A construção de passarelas, é claro, teria um impacto ainda maior”, informou a assessoria.

Jangadeiro Online

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido !!
Fechar