- Publicidade -

Força-tarefa nacional prende 42 acusados de homicídio e feminicídio no Ceará

Foto: Google Imagens

A segunda fase da Operação Cronos cumpre mandados de prisão contra autores de homicídio e feminicídio em 21 estados e no Distrito Federal, na manhã desta terça-feira, 28. No Ceará, o movimento é feito Polícia Civil do Ceará com articulação de equipes dos departamento Técnico Operacional (DTO), de Polícia da Capital (DPC), de Polícia Metropolitana (DPM), de Polícia do Interior Norte (DPI Norte), de Polícia do Interior Sul (DPI Sul), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Polícia Especializada (DPE), de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) e de Inteligência Policial (DIP). A articulação é do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil.

O monitoramento da operação é realizado direto do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília (DF), pasta que tem Sergio Moro como titular.

A primeira fase da Operação Cronos no Ceará, em agosto de 2018, resultou em 97 suspeitos capturados pelos policiais civis no Estado. Na ocasião, a Polícia Civil do Ceará teve o melhor resultado em comparação a outras unidades da federação, chegando ao maior número de prisões por homicídios em todo o País, com 68 capturas. O nome da operação tem origem na supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime.

Fonte: O POVO.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

MAIS POPULARES