PolíticaÚltimas Notícias

Cid entende que Camilo deve apoiar discretamente Roberto Cláudio

O ex-governador Cid Gomes (PDT), na última conversa com o governador Camilo Santana (PT), segunda-feira, defendeu que ele tivesse uma postura discreta com relação a seu apoio ao candidato Roberto Cláudio (PDT), para evitar a campanha de vitimização de Luizianne Lins (PT). A informação é do Diário do Nordeste. Para Cid, Camilo não deveria ir à convenção de hoje que homologará o nome de Roberto Cláudio para disputar a reeleição. A decisão, contudo, ficou de ser tomada por ele e o próprio prefeito de Fortaleza.

Cid defende que Camilo fique preservado para momentos mais importantes da campanha, quando as pesquisas assim indicarem. A princípio, segundo auxiliares de Camilo, sua disposição é de ir ao evento desta noite. Ontem, o prefeito Roberto Cláudio afirmou, em visita ao Sistema Verdes Mares, ter a intenção de definir ainda naquela noite o nome do candidato a vice-prefeito. Tendo o apoio de 18 partidos, a conversa final com alguns aliados para definir o nome do vice e fechar as coligações proporcionais seria feita durante todo o dia de ontem.

Hoje, a convenção da sigla contará com a presença do presidente nacional, Carlos Lupi; do presidente estadual, André Figueiredo; dos irmãos Cid e Ciro Gomes e da vice-governadora Izolda Cela. Roberto Cláudio disse, pela manhã, que não tinha confirmação sobre a participação ou não de Camilo.

Vice

O prefeito apontou ter a meta de que as definições com os aliados, sobre o nome do vice, fossem feitas até a noite de ontem, podendo acontecer, no máximo, até a manhã de hoje. Segundo ele, as conversas com os 18 partidos ocorrem “cuidadosamente e delicadamente”.

“Quero muito até à noite de hoje (terça-feira) ter uma definição, até porque a convenção está agendada para amanhã (hoje) e de fato esse é o prazo que a gente está contabilizando como razoável para chegar na convenção com a definição, já unindo os aliados todos”, destacou.

De acordo com Roberto Cláudio, apesar de já ter conversado com as siglas, alguns partidos deveriam ser ouvidos novamente na tarde e noite de ontem para unir a base e fortalecer o embate eleitoral.

“Vou continuar a conversa agora à tarde com outros partidos, obviamente há nomes distintos que são apresentados e nossa ideia é, muitas vezes, conversar mais de uma vez com cada partido para que efetivamente seja uma decisão que una a base aliada”, avaliou.

Roberto Cláudio detalhou que cinco nomes de perfis diferentes foram apresentados oficialmente a ele como alternativa para compor a chapa encabeçada pelo PDT. E reforçou que a escolha do candidato a vice-prefeito deve obedecer aos critérios de unir a base aliada, contribuir no processo eleitoral e, principalmente, observando a ajuda para governar em um eventual segundo mandato.

“Eu, felizmente, tenho o privilégio de ter apoio de 18 partidos, o que demonstra um espírito de união e convergência em torno de um projeto de continuidade, mas, ao mesmo tempo, demanda muita delicadeza, muito respeito aos múltiplos aliados na escolha desse processo do candidato a vice-prefeito”, relatou.

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Está protegido !!
Fechar