DestaquesELEIÇÕES 2018MilagresPolíticaÚltimas Notícias

Novo cenário político em Milagres: Começa a corrida eleitoral rumo a 2020; confira

Hellosman e Lielson
Arte: OKariri

Dos 20.902 eleitores milagrenses, mais de 15 mil foram às urnas, neste domingo (7), participar das eleições gerais para os cargos de presidente da república, governador do estado, senadores, além de deputados federais e estaduais.

O primeiro turno das eleições gerais em Milagres transcorreu dentro da normalidade, sem nenhuma ocorrência de maior relevância, tanto na sede como na zona rural do município.

Em Milagres o candidato à presidência Fernando Haddad (PT) liderou a preferencia dos votos com 7.553 votos, seguido por Ciro Gomes (PDT) 6.405 votos; Bolsonaro (PSL) com 1.274.

okariri
A disputa para o Palácio da Abolição revelou a supremacia do governador Camilo Santana (PT) com 11.785 votos. Na sequencia, o tucano General Theophilo, obteve apenas 516 votos, seguido por Hélio Gois (PSL) com 330 votos.

Para o Senado Federal Cid Gomes (PDT) teve a preferência absoluta dos milagrenses com 10.730 votos. O segundo lugar ficou com Eunício Oliveira (MDB) com 7.928 votos e Eduardo Girão (PROS) 2.697 votos.

No entanto, os números mais aguardados nesse pleito eleitoral giravam em torno dos candidatos a deputado federal e estadual, em virtude da polarização local entre o grupo político do atual prefeito Lielson Landim, e do ex-prefeito Hellosman Sampaio. A disputa para a câmara federal em Milagres revelou números importantes para o cenário local. O candidato Moses Rodrigues (MDB) apoiado pelo grupo político do ex-prefeito Hellosman, tirou 3.982, já o candidato apoiado pelo prefeito Lielson Landim, Guimarães (PT) obteve 3.753 votos. Raimundo Matos (PSDB) apoiado pelo Presidente da Câmara Ubelardo, Vereador Beto e Tenente George tirou 1.390 votos.

Outra votação que merece destaque foi a do candidato Idilvan (PDT) apoiado pelos educadores, no qual obteve 857 votos.

No tocante a disputa para a Assembleia Legislativa Estadual, o candidato Guilherme Landim (PDT) apoiado pelo grupo político do atual gestor Lielson Landim obteve uma larga maioria em relação ao segundo lugar com 6.514 votos, já o candidato Daniel Oliveira (MDB) apoiado pelo ex-prefeito Hellosman, tirou 3.713 votos. Audic Mota (PSB), apoiado pelo Vereador Ubelardo, Beto Mitrado e pelo Tenente George ficou em terceiro lugar com 1.762 votos.

Para demais resultados das eleições em Milagres, acesse placar.eleicoes.uol.com.br

A expressiva votação dos candidatos apoiado pelo prefeito Lielson Landim revela a consolidação da liderança do jovem gestor milagrense. No entanto, a população fica na expectativa de que os votados em Milagres e eleitos para os seus respectivos cargos, cumpram fielmente com os mandatos outorgados pela população.

Quanto ao futuro político de Milagres, os líderes dos grupos de maior expressividade na atualidade, já declararam publicamente como pré-candidatos a prefeito em 2020.

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 20 =

Fechar