DestaquesPolíticaTV - OKARIRIÚltimas Notícias

“Vagabundo” X “garganta de aluguel”: Deputados do Ceará batem boca e precisam ser contidos durante sessão

Dois deputados estaduais do Ceará trocaram agressões verbais e precisaram ser contidos durante a sessão plenária desta terça-feira (10), na Assembleia Legislativa do Estado. A confusão envolveu Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB) e foi motivada por disputas de poder no interior do estado.

No início da sessão, Araújo discursou contra o grupo político formado pelo deputado federal Domingos Neto (PSD) e os pais, o ex-governador Domingos Filho e a deputada estadual Patrícia Aguiar (PSD), aliados de Baquit. A família tem berço político na cidade de Tauá, localizada na região do Sertão dos Inhamuns, sul do Ceará.

Após a fala do adversário, Baquit usou a tribuna para defender os aliados e atacar o emedebista. Ele acusou Araújo de ser uma pessoa que “fala mal” da deputada Patrícia Aguiar e disse que o parlamentar quer “ter a força política” do grupo pedetista.

Nesse momento, os deputados ameaçaram trocar agressões físicas e precisaram ser contidos por pessoas que participavam da sessão.

Baquit chamou Araújo de “Moleque, comprador de voto, vagabundo”. “Você grita com mulher, comigo não”, disse o pedetista.

Do lado oposto, apontando o dedo contra o adversário, Araújo negou ter ofendido Patrícia Aguiar, chamou Baquit de “garganta de aluguel” e o acusou de ter ido “vender o TCM “, na casa da deputada estadual, fazendo menção à extinção do Tribunal de Contas dos Municípios, em 2018, do qual Domingos Filho foi o último presidente.

ASSISTA AO VÍDEO:

Por: G1/Ce.

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Está protegido !!
Fechar