- Publicidade -

Com gasolina em alta, consumidor pode gastar R$ 8.700 por ano; veja simulações

O litro da gasolina já subiu mais de R$ 1,10 ao longo de 2021. Em janeiro, quem parava em um posto se deparava com uma média de preços de R$ 4,73 no Ceará. Após uma sucessão de altas, em julho, esta cotação média já está em R$ 5,87, conforme dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis).

Trata-se do maior salto no preço de um ano para outro na história, conforme levantamento de dados realizado pela Coluna. Na máxima, o litro sai por R$ 6,29, também recorde nos registros da ANP.

Não pairam dúvidas sobre o peso destas elevações, as quais, paralelamente ao encarecimento da energia elétrica e dos alimentos de primeira necessidade, formam uma sopa inflacionária de doer o bolso.

Mas o impacto ganha ainda mais relevo quando se considera o acumulado destes gastos em um intervalo de tempo maior. Assim, é possível visualizar com maior clareza a dimensão do rombo aberto por estas majorações. Vamos às contas.

Um consumidor que roda 1.000 km por mês, por exemplo, com a atual cotação da gasolina, precisará desembolsar R$ 733 mensais para manter abastecido um veículo que perfaz 8 km por litro. Em um ano, tem-se uma despesa de R$ 8.796.

Em 2020, uma pessoa com este mesmo perfil de circulação gastava R$ 586/mês e R$ 7.038 por ano.

Com base nesta simulação, o dispêndio anual com o patamar de hoje da gasolina seria pouco mais de R$ 1.700 superior, uma diferença equivalente a um salário mínimo e meio.

CONFIRA SIMULAÇÕES COM 3 PERFIS

  • KM RODADOS EM UM MÊS
  • 124 litros de gasolina necessários
  • Gasto de R$ 733 em um mês
  • R$ 8.796 em um ano

500 KM RODADOS EM UM MÊS

  • 62 litros de gasolina necessários
  • Gasto de R$ 366
  • R$ 4.398 por ano

250 KM RODADOS EM UM MÊS

  • 31 litros de gasolina necessários
  • Gasto de R$ 183
  • R$ 2.199 por ano

Para o cálculo, foram considerados veículos com consumo médio de 8 km por litro e o valor de R$ 5,87 para a gasolina comum, que é a média de preço mais recente apontada pela ANP.

-> Siga O OKariri no Facebook, no youtube no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Com informações: Diário do Nordeste

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

MAIS POPULARES