DestaquesMilagresÚltimas Notícias

Milagres-CE: O ano ainda não acabou e a “festa de agosto” é tema de discussão; leia e opine

Festa de Agosto
Foto: OKariri

O ano ainda não se encerrou e os milagrenses já estão debatendo a festa de agosto. É no mês de agosto que acontece à festa católica em louvor a padroeira do município e a festa de emancipação politica, onde tradicionalmente acontecem 09 dias da “festa social” com bandas, boa parte delas bancadas com dinheiro dos cofres públicos do município.

O atual prefeito Lielson Landim (PDT), lembrou durante a sua campanha politica e durante a sua gestão sobre a dívida em media 700 mil reais oriundas de um parcelamento feito em agosto de 2016 pelo então prefeito Helloman Sampaio de Lacerda referente a festa de agosto daquele ano. No mandato do prefeito Leilson por dois anos seguidos (2017-2018) o atual gestor preferiu que as empresas licitadas cobrassem alguns dias (os principais) e outros fossem abertos ao público gratuitamente, em sua opinião, nesse modelo a festa se pagaria.

okariri
A temática está sendo discutidas nas ruas, e o debate foi levantado pela radio Som da Terra FM durante o Jornal Ponto de Vista desta segunda-feira (05/11), onde os locutores mencionaram o gasto de em média 400 mil reais com estrutura e atrações, e sugeriram que a festa de agosto deveria ser repensada e debatida com a população, pois, segundo a opinião dos radialistas, o município não suporta bancar festa no formato atual, e nem a população tem condições financeiras de frequentar 09 dias de festividade.

Vale lembrar que as últimas festas realizadas não agradaram a maioria dos munícipes, principalmente por causa das atrações. Muitos mencionaram em suas redes sociais o exemplo de Mauriti, que esse ano de 2018 realizou apenas uma noite de festa com o cantor Amado Batista que é uma atração de nível nacional e teria agradado mais do que as varias atrações que se apresentaram este ano em Milagres. Qual a sua opinião sobre isso?

A sugestão de uma audiência pública para discutir a logística da festa foi mencionada no noticioso. Entre os principais pontos a serem debatidos seria a quantidade de dias de festejos, as atrações, o valor a ser gasto, o preço dos produtos vendidos dentro do parque de eventos, o modelo e o verdadeiro objetivo do evento.

Vale ainda ressaltar que os questionamentos são principalmente pelo fato de o município, a exemplo do Brasil está passando por crise financeira, e o dinheiro gasto na festividade faltaria para outros fins.

Qual a sua opinião sobre o assunto?  Seria interessante diminuir o total de dias do evento? Seria interessante incluir eventos culturais? Na parte cívica, seria bom que acontecessem os desfiles cívicos das escolas para comemorar o aniversário do município?

Redação Portal OKariri/Alecx Silva 

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =

Fechar