DestaquesMilagresÚltimas Notícias

Milagres (CE): Pelo placar 7 X 3, vereadores desaprovam que o município participe do Consórcio para Aterro Sanitário

Os parlamentares, Fernando Sampaio (ao centro) e Ubelardo Moura (de óculos) e Giangles Filgueira debatem o projeto | Foto: OKariri

O município de Milagres (CE) ficará de fora este ano do Consórcio para Aterro Sanitário do Cariri Oriental, pois foi desaprovado nessa sexta-feira (12/jul) o projeto de lei nº 1/2019, encaminhado pelo Poder Executivo, que visava a autorização para que o município pudesse participar, sediar e ter como presidente do Consócio Público de Manejo de Resíduos Sólidos do Cariri Oriental, o Prefeito Lielson Landim.

7 VOTARAM A FAVOR E 3 CONTRA

Dos 11 vereadores, apenas um esteve ausente, o parlamentar Tião Vasque, que está de atestado médico.  

Quem votou a favor foram os vereadores Osório Dantas, Lorim, Ivan Rodrigues, Giancles Filgueira, Geraldo Neto, e mesmo falando que são oposição ao prefeito Lielson, o presidente da casa Beto Mitrado e Jorge de Dona Iraci também votaram a favor.

Quem votou contra foram os vereadores Landim, Fernando Sampaio e Ubelardo Moura

AS ALEGAÇÕES

Durantes os debates, os parlamentares que mais discutiram foram os que se opõe ao projeto, pois afirmaram já existir um planejamento de iniciativa por parte do governo do estado desde 2005 para um aterro em Milagres, e que há muita mídia em cima de algo que iria prejudicar a população, e ainda, que essa não seria a solução para o problema do meio ambiente no município.

Outros pontos colocados pelos vereadores que votaram contra, foi a fragilidade de fiscalização das finanças, além da falta de dinheiro para que o consórcio se mantenha e as possíveis cobranças de taxa aos munícipes.

okariri
os vereadores que defenderam e votaram a favor do projeto insinuaram uma possível decisão política na votação, e que sem dúvidas o município perde recursos financeiros. Já em relação aos benefícios, foi defendido que entre as 66 páginas do projeto, tem mais benefícios do que malefícios, e que caso tivesse sido aprovado, seria competência do atual e de futuros gestores a terem responsabilidade para com o destino dos resíduos sólidos.

NOVE MENOS UM

Uma vez que o projeto foi desaprovado, o município de Milagres fica fora este ano do Consórcio, e só poderá pleitear entrar no consocio no próximo ano. Aderiram ao projeto os municípios de Abaiara, Aurora, Barro, Brejo Santo, Jati, Penaforte, Porteiras, Mauriti, que agora terão que escolher entre eles quem irá sediar e administrar o consórcio.  

Dos nove municípios, apenas Milagres fica de fora.

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido !!
Fechar