DestaquesMilagresPlantãoÚltimas Notícias

Milagres (CE): Prefeito Lielson esclarece sobre acusação de Crime Administrativo

O Prefeito de Milagres (CE), Lielson Landim, está sendo alvo de denúncia por Crime Administrativo. O documento foi formalizado na primeira sessão da Câmara de Vereadores do ano de 2019, acontecida na sexta-feira (08/fev).

A denúncia foi feita pela eleitora Rosa Maria dos Santos Vieira, ela menciona que a atual gestão contratou através de licitação a empresa IMEGI – Instituto Médico de Gestão Integrada, para “execução de serviço complementar técnico especializado em gerenciamento, destinados à implantação de operacionalização dos serviços das unidades vinculadas a secretaria de Saúde”. E que a empresa, “segundo boatos”, teria contratado “parentes de Agentes Públicos” pela empresa licitada (IMEGI), e que ela considera que tal atitude “serve para a malfadada (miserável) prática de nepotismo”.

Prefeito de Milagres Lielson Landim | Foto: Divulgação

Há ainda a acusação que o prefeito Lielson estaria descumprindo “a regra constante no item 8”, prevista no edital de chamamento público, quando o mesmo, segundo denúncia, respondeu ao vereador Jorgiano Zuza Pereira (Jorge de Iraci), através de oficio, que não possuía relação de prestadores de serviços lotados no IMEGI (CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS DETALHES).

Com a aprovação na câmara e o recebimento dos 07 vereadores presentes na ocasião (Beto Mitrado, Jorge de Iraci, Lorim, Tião Vasques e Landim), foi construída uma comissão processante, a qual terá o vereador Ubelardo Moura como Presidente, Jorge de Iraci como Relator e Landim como membro.

Assista ao vídeo abaixo para saber sobre os tramites e os prazos regimental e legal a serem seguidos:

JOGO POLÍTICO

Em sua defesa, durante participação no Programa “Fala Cidade”, exibido pela rádio Som da Terra FM, nesse sábado (09 /fev), o Prefeito Lielson Landim disse ser inocente e afirmou acreditar que as acusações de que ele teria cometido Crime de Improbidade Administrativa faria parte de um “jogo político” por parte dos seus opositores. O gestor classificou as acusações de “denuncismo”, e que os seus opositores têm intenção de “atrapalhar a gestão com intuito de atrapalhar o seu pleito e tentar emplacar o novo nome para as eleições de 2020”.

O gestor disse que já consultou a sua assessoria, que segundo ele, afirmou que as denúncias não têm “base jurídica, e disse está tranquilo a respeito das acusações contra ele e a sua gestão “estou tranquilo quanto a questão da cassação!” – disse Lielson.

DISSE NÃO RECONHECER E NEM COMUNGAR

Lielson Landim concedendo entrevista | Imagem: reprodução Live Som da Terra FM

Lielson disse que durante a semana ele teria recebido “recadinhos” dos seus opositores, dando a entender que os mesmos estariam dispostos a negociar, o que ele chamou de “acharcar”, em troca de não apresentar a denúncia na câmara. E durante uma análise, ele chegou a conclusão de que os três vereadores (Beto Mitrado, Ubelardo dos Santos e Lorim), faria uma represália por o prefeito não comungar com as suas ideias e que os mesmos estariam tentando intimidá-lo para “ganhar espaço em sua gestão”.

O prefeito disse não reconhecer o atual presidente da Câmara de Vereadores como presidente, pois em sua opinião, a nova mesa diretora, era vista por ele como “trupe”, “palhaços” e “traidora do povo”. Lielson afirmou que não iria ceder a pressão e frisou ter base jurídica para se defender.

A DEFESA DO PREFEITO

okariri
Ainda durante a sua fala, o prefeito Lielson, lembrou que a denunciante, a senhora Rosa Maria dos Santos Vieira é conhecida como “Didi do Carcereiro”, e frisou que a mesma “talvez estivesse servindo de laranja” e que ela também é muito ligada o ex-prefeito “Hellosman Sampaio”, e que está sendo investiganda as procedências da mesma.

Sobre a denúncia, Lielson salientou que não deixou de responder aos ofícios do vereador Jorge de Iraci, e que não é “responsabilidade da gestão controlar folha de empresa pagamento de nenhuma empresa terceirizada”. Ainda segundo o gestor, a responsabilidade da administração é de ter o “comprovante de quitação da folha” que ele afirmou está de posse da sua assessoria.


“Não se preocupem, pois o prefeito de Milagres não será afastado” – disse Lielson Landim, com intuito de passar tranquilidade aos seus apoiadores e eleitores.

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido !!
Fechar