DestaquesPorteirasÚltimas Notícias

Porteiras-Ce: irmão de suspeito de está com covid19 reclama e Sec. de Saúde responde sobre atendimento no hospital

Hospital Municipal Manoel Tavares Rosendo em Porteira-Ce | Foto: Reprodução site da Prefeitura

O irmão de um suspeito de está com COVID_19 (Coronavírus) em Porteiras-Ce, buscou as redes sociais para reclamar do atendimento do Hospital Municipal Manoel Tavares Rosendo , segundo as suas palavras o seu parente havia buscado socorro no hospital, porém“ Em momento algum o médico e enfermeiro responsáveis pelo atendimento se aproximaram do paciente e apenas o ouviu a distância.”

Ele segue reclamando que seu “irmão assim como (sua família) foram tratados com antipatia e sem o profissionalismo adequado para a situação” (Abaixo, segue a reclamação na íntegra).

O OUTRO LADO

O Governo Municipal de Porteiras, por meio da secretaria de Saúde, se pronuncio através de uma nota dando justificativas do fato. A declaração afirma que segue um Protocolo de Atendimento ao público urgente, de acordo com protocolo do Ministério da Saúde, e que “o paciente recebeu o atendimento recomendado e foi encaminhado à quarentena domiciliar”.

“O município admite que, dentro das condições possíveis, tem procurado otimizar o atendimento, dando o suporte necessário aos profissionais do hospital.”

A nota ainda recomenda “aos porteirenses que possam se inteirar um pouco mais das normas adotadas pelo Ministério da Saúde.” (Abaixo segue a nota na íntegra).

A INTEGRA DA RECLAMAÇÃO DO POPULAR:

Bom dia a todos e a todas!

Venho aqui por meio dessa mensagem repudiar a forma como o meu irmão (MURILO) fora tratado ontem no hospital municipal de Porteiras. Todos já sabem que foi atribuído a ele segundo a equipe médica que o atendeu a condição de caso suspeito do COVID-19. Em momento algum o médico e enfermeiro responsáveis pelo atendimento se aproximaram do paciente e apenas o ouviu a distância. Não foi realizado nenhum exame no momento e nenhuma coleta de amostras para um exame posterior.

Meu irmão assim como sua família foram tratados com antipatia e sem o profissionalismo adequado para a situação. Hoje 24/03, ele se encontra em isolamento social e familiar desde ontem fazendo o papel que o ministério da saúde recomenda. Não está febril e não sente falta de ar (sintomas clássicos do COVID-19) e de forma alguma está sendo monitorado pela secretaria municipal de saúde.

A grande pergunta é? E se fosse alguém do grupo se risco que precisasse de um atendimento imediato como um respirador, uma entubação ou coisa parecida? O médico e enfermeiro iam fazer isso sem o tocar? Iam mandar pra casa sem o devido exame??? Diante disso, reforço!!! Fiquem em casa!! Cuidem dos nossos idosos!!! Porque no hospital talvez eles não encontrem o que precisam. Divulgue, compartilhe. A população precisa saber !!!

NOTA PÚBLICA DA GESTÃO MUNICIPAL NA INTEGRA:

O Governo Municipal de Porteiras, por meio da secretaria de Saúde, vem de público esclarecer a população do município os critérios de atendimento do Hospital Municipal às pessoas com suspeita do Novo  Coronavirus  (Covid-19), e aproveita o ensejo para responder  aos desdobramentos do caso recente ocorrido, quando um popular afirma que um parente seu, atendido nesta unidade hospitalar alega, mediante postagem em circulação em rede social, omissão e ‘antipatia’ (termo citado pelo denunciante) de atendimento por parte dos profissionais de Saúde envolvidos no plantão.

Em virtude do exposto, informamos que o Ministério da Saúde publicou um Protoloco de Atendimento ao público, levando em conta a escala de critérios (pessoa idosa, quadro grave, quadro leve, pacientes assintomáticos, tipo de contato com o paciente), e o município de Porteiras, através de seus profissionais, tem procurado seguir as devidas orientações. Sobre a situação,  esclarecemos  que:

1 – O paciente recebeu o atendimento recomendado e foi encaminhado à quarentena domiciliar, que é  a norma correta em casos sem gravidade, na qual foi visitado pela enfermeira da área de sua ESF – Estratégia de Saúde da Família, que conversou pessoalmente com os familiares, e posteriormente com o próprio paciente, via telefone;

2 – O município admite que, dentro das condições possíveis, tem procurado otimizar o atendimento, dando o suporte necessário  aos profissionais do hospital, porém, analisando o momento especial vivido pela população, e notadamente pelas equipes de Saúde que estão no fronte da exposição ao Coronavirus e seu efeito devastador, entende que cada profissional tem sua reação natural, peculiar ao  ser humano, sobretudo em situações extremas como a atual;

– A partir de um fato dessa natureza, a orientação da Secretaria de Saúde será  redobrada, seguindo as recomendações do Ministério.

Em relação às dúvidas  sobre as condições físicas do Hospital Municipal, é necessário informar que a categoria da unidade de Porteiras é para primeiros socorros e procedimentos iniciais, ficando os casos complexos , como de possíveis diagnósticos do vírus, para o hospital de referência, que é o Hospital Regional do Cariri, equipado para atender à demanda da região. Em Porteiras, estamos nos adaptando a esta nova realidade, não temos condições técnicas para atender casos de natureza grave, respectivamente pessoas com sinais de compromentimento respiratório, que representa o principal indício de encaminhamento/transferência.

Por fim, recomendamos aos porteirenses que possam se inteirar um pouco mais das normas adotadas pelo Ministério da Saúde, como prioridade em atendimento, limitação de testes e exames seguindo o protocolo, regra de isolamento social e higiene, informações que estão sendo repassadas diuturnamente pelos meios de comunicação.

GOVERNO MUNICIPAL DE PORTEIRAS.

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: Está protegido !!
Fechar