CearáÚltimas Notícias

FORTALEZA: Manifestantes voltam a protestar em frente ao Parque do Cocó

Os ativistas voltaram a protestar neste domingo. (Foto: Wilton Rodrigues/Diário do Nordeste)

Após a realização de uma plenária, no anfiteatro do Parque do Cocó, os manifestantes contrários à construção de dois viadutos, na confluência entre as avenidas Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior, em Fortaleza, resolveram voltar ao local, no início da noite de ontem, para realizar um protesto. Ao chegar no espaço, os ativistas entraram em confronto com a Guarda Municipal.

Durante a confusão o agente da Guarda Municipal, Erlanio Evangelista, que esta afastado de suas funções por laudo psiquiátrico, e estava junto com os militantes foi preso. Já o agente, Leonardo Nascimento Elias, que estava trabalhando, foi levado ao Instituto Dr. José Frota (IJF) após ser ferido, por uma pedra, na cabeça.

Os manifestantes saíram do anfiteatro, no fim da tarde, e foram até a o cruzamento entre as avenidas pela Engenheiro Santana Junior. Na área onde os viadutos serão construidos, eles começaram a retirar as grades de proteção do local e jogaram no meio da via, atrapalhando o trânsito de veículos.

Os agentes da Guarda Municipal, que faziam a vigilância do espaço, reagiram com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha. Os militantes responderam com pedras e também fogos de artifícios.

Em seguida o grupo correu em direção a uma franquia de fast food, localizada na Avenida Engenheiro Santana Junior, e houve confusão no local. Depois eles conseguiram voltar à área descendo pela Avenida Antonio Sales e os agentes da Guarda Municipal responderam com mais gás lacrimogêneo.

O Comando Tático Motorizado (Cotam) da Polícia Militar do Ceará (PM-CE) foi acionado. Mas, depois desse confronto, os manifestantes se dispersaram e não houve mais confusão.

No último sábado (5), os ativistas se reuniram em frente ao condomínio onde o prefeito Roberto Claudio reside, no bairro Cocó. Conforme a Assessoria da Prefeitura de Fortaleza, o gestor municipal está fora da Capital, pois viajou com sua família.

De acordo com a advogada de Erlanio Evangelista, Stella Maris Pacheco, ele é fotógrafo e cinegrafista dos movimentos sociais, além de ser agente da Guarda Municipal afastado de suas funções devido a um laudo psiquiátrico. Ela ainda acrescentou que Erlanio, depois de ser agredido por um policial, desmaiou e acabou sendo detido. O guarda foi encaminhado ao 2º Distrito Policial (DP).

Vigilância

A Guarda Municipal informou que aquela área esta sendo vigiada pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) e também pelo Pelotão Urbano Motorizado de Apoio (Puma).

O Ministério Público Federal (MPF), realiza, hoje, às 9h30, entrevista coletiva, em sua sede, para anunciar novas medidas sobre a desocupação do Parque, ocorrida na última sexta-feira.

Diário do Nordeste

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido !!
Fechar