PolíticaÚltimas Notícias

Governador Camilo Santana vai criar programa de energia solar para atender produtores rurais

O governador Camilo Santana anunciou, na manhã desta terça-feira (19/mar), durante transmissão ao vivo em sua página no Facebook, que vai criar um programa de geração de energia solar para atender aos produtores da Agricultura Familiar. Ainda segundo ele, até o fim do mês, um projeto será encaminhado para a Assembleia Legislativa, com o objetivo de oficializar as ações do “Consórcio Nordeste”.

O Consórcio Nordeste é uma proposta que foi idealizada na quinta-feira passada, em São Luís, no Maranhão, que tem como meta principal a união dos nove estados prevendo parceria em ações econômicas, políticas, de infraestrutura e social.

“O consórcio vai ser criado por Lei e algumas ações (dos estados) poderão ser feitas conjuntamente”, disse Camilo. “Até o fim do mês, cada Assembleia vai enviar u projeto de Lei para colocar o consórcio em prática”, disse.

Camilo Santana disse ainda que os governadores do Nordeste estão à disposição para contribuir com o debate da Previdência Social, mas que nenhum chefe de Executivo da região abrirá mão de pontos que prejudicam a classe mais pobre da população.

No encontro, também foi discutido a necessidade de defesa de equipamentos que prestam serviços à região, como BNB, SUDENE, CODEVASF e DNOCS. “Precisamos de projetos para o desenvolvimento do Nordeste”, defendeu. O primeiro presidente do Consórcio Nordeste será o governador da Bahia, Rui Costa, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Sobre o projeto de energia solar para a Agricultura Familiar, Camilo Santana destacou que a ideia é aproveitar o telhado da residência do trabalhador rural para instalar placas solares.

“Com essa energia, poderemos gerar energia para o produtor rural, mas também pode-se vender a energia gerada. Estamos formatando o projeto para fazer um projeto pioneiro na área rural, de geração de energia. Isso geraria receita maior para o homem do campo”, disse.

O governador Camilo Santana anunciou também que vai sancionar, na próxima sexta-feira (22), a Lei que transforma o programa “Mais Infância” em uma política pública de Estado. “É um passo importante para que o programa não seja apenas uma política de Governo, mas de Estado”, defendeu.

okariri
Na área da Segurança Pública, o Camilo ressaltou os esforços para tentar reduzir os altos índices de violência no Estado, destacando a redução de ocorrências nos últimos meses. “Não vou descansar um minuto. Esse é um trabalho que precisa ser feito 24 horas por dia”, afirmou.

Fonte: Diário do Nordeste.

Etiquetas
Ver Mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
error: O conteúdo está protegido !!
Fechar